Menu

13 – Carma e Darma

1 de março de 2016 - Fase A

Tema nº. 13 –   Carma e Darma.

 

Esses dois termos indianos representam aquilo que nós ocidentais temos chamado por ‘destino‘. Trata-se de duas Leis Superiores e, assim sendo, não podem ser vistas como Leis mecânicas. Existem Mestres Divinos que zelam por cuidar destas Leis.

13-1

Carma e Darma é Lei de Ação e Consequencia, onde Carma é a conseqüência das MÁS AÇÕES e Darma é a conseqüência das BOAS AÇÕES. Entendamos por ‘boa’ e ‘má’ apenas os resultados gerados pelas ações, as intenções não são levadas em conta aqui. O fato é que em geral nós possuímos muito mais Carmas do que Darmas.

Todos nós temos, nos mundos superiores, um livro onde se anotam as nossas contas a pagar ou a receber; anotados por uma partícula interior individual de nós mesmos chamada de Kaon. Com certo grau de consciência desperta podemos, e até devemos, consultar nosso LIVRO DA VIDA, a fim de negociarmos carmas diretamente com os Senhores da Lei.

13-2

Têm-se nos dito que a Lei Divina não cobra todas as nossas dívidas de uma só vez; tampouco, no geral, imediatamente após a nossa má acão. A hora da cobrança somente pode ser decidida pelo JUIZ SUPREMO DO CARMA, ANÚBIS, e seus 42 JUÍZES. O dia do juízo é o dia em que cada um vai ao Tribunal da Justiça Divina (não necessariamente no fim de tudo).

O destino pode sim ser mudado. Ou seja, a balança das nossas dívidas versus nossos créditos pode ser alterada. Isso se faz com nossas ações atuais. Lembremos que nós somente somos regidos pelas Leis de Carma e Darma, porque nós seres humanos temos o ‘livre arbítrio‘. Então, é com ele que podemos mudar nossa vida. Aqueles que se deixam guiar mecanicamente pelos egos vão automaticamente perdendo o direito ao livre arbítrio e se tornando cada vez mais animalescos. Em contrário, aqueles que iniciam um trabalho sério sobre si mesmos com os TRÊS FATORES DE REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA, seguindo o caminho da retidão, vão se tornando donos de si mesmos e, consequentemente, mais conscientes e responsáveis por seus atos.

13-3

Existem também os postulados em que a Lei Divina se baseia. São eles:

– “Quem tem capital, paga com eles; quem não tem, paga com dor”, ou seja, quem tem darma não sofre;

– “Faze boas obras e pague suas dívidas”;

“Ao Leão da Lei se combate com a balança”, ou seja, devemos pagar com boas obras quando estivermos sofrendo. Quando a pessoa fica lamentosa e revoltada o sofrimento se prolonga mais.

– “Quando uma Lei Inferior é transcendida por uma Lei Superior a inferior é lavrada”; por exemplo, quando extirpamos algum defeito de nossa natureza interior no trabalho sobre nós mesmos, o carma gerado anteriormente por esse defeito deixa de ser cobrado;

– “Quando há arrependimento, há misericórdia; quando não, justiça!”

– “Não somente se paga o carma pelo mal que se faz, mas também pelo bem que se deixa de fazer, podendo fazê-lo”; ou seja, é nosso dever ajudar sempre;

 

Tipos de Carma

 

Individual – a grande maioria das doenças se enquadram nesse tipo de carma;

Familiar – doenças hereditárias, mal à família inteira, etc.

Coletivo – desastres coletivos, choques de ônibus, acidentes de avião, etc.

Obs.: nem todos os acidentes são carmas. Uma boa parte deles é imprudência apenas, a qual, muitas vezes, é corrigida pela Lei Divina posteriormente.

País – furacões, maremotos, guerras, etc. Somente se muda o carma de um país, se a maioria das pessoas dele mudarem.

Mundo – camada de ozônio, desastres ecológicos, etc. O tão comentado Juízo Final, nada mais é do que o chamamento dos habitantes da Terra para pagarem o Carma do Mundo.

Kamaduro – carma que já foi deliberado, não se pode sair dele. Por exemplo o câncer, a AIDS, etc.

Karmasaya – carma do adultério, fornicação. É o único pecado que não é perdoado, pois trata-se de um ‘pecado contra o Espírito Santo’. Lembremos que a energia sexual é absolutamente sagrada. Disse o Cristo, Nosso Senhor: “todo pecado será perdoado, menos o pecado contra o Espírito Santo.

Katância – carma dos Anjos e Santos. Até os santos e anjos as vezes tem que pagar carma, pois afinal quem tem mais poder, tem mais responsabilidade, e, assim, terá que ter também muito mais cuidado com seus atos, uma vez que com eles a capacidade de fazer um mal muito maior às pessoas aumenta em demasia. É um tipo de carma mais duro, certamente; mas, devido ao grau de Consciência do envolvido, bastante negociável.

O que acontece normalmente em relação a nossa balança de Carmas e Darmas é que temos muito mais Carmas do que Darmas anotados em nosso livro da vida. Muitos e muitos Carmas nos são anotados sem que ao menos desconfiemos que aquela atitude mecânica ou egoísta gerou alguma má consequência para alguém. Isso acontece porque somos muito inconscientes. No entanto, como dissemos linhas acima, a Lei de Carma não é uma Lei mecânica, ela pode ser mudada e é negociável. Urge salientar que somente fazendo boas obras, nos sacrificando pela humanidade, poderemos alterar consistentemente nossa balança.

 

RECAPITULANDO:

 

Carma e Darma = Destino;

– Carma é a conseqüência das MÁS AÇÕES;

– Darma é a conseqüência das BOAS AÇÕES;

– no LIVRO DA VIDA: Kaon, nossa partícula divina, anota nossas boas e más ações, que serão julgadas no Tribunal da Justiça Divina, composto pelo Grande Hierarca da Lei o Supremo Anúbis e seus 42 Juízes;

– JUSTIÇA e MISERICÓRDIA são as colunas mestras do Tribunal Celeste;

– há também os POSTULADOS em que a Lei Divina se baseia;

– Existem vários tipos de Carma:  Katância; Individual; Coletivo; Familiar; País; Mundo; Kamaduro; Karmasaya;

4 opiniões sobre “13 – Carma e Darma

Valerio Adriano

Muito bom !! 👏👏

Resposta
Karyn

Olá!
Boa matéria, agradeço a disponibilidade online desse conteúdo, porém a grafia de Karma é com a letra “k”.
Mudando a grafia para a letra “c” muda-se a energia por trás da palavra, assim como ocorre com qualquer nome próprio.
Kind regards.

Resposta
Lucas Barboza

Muito bom!
Realmente é um material que não se encontra facilmente por ai.
Obrigado por compartilhar, estou estudando diariamente aqui.

Resposta
    gnose

    Paz e Bem, Lucas

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.