Menu

Desdobramento Astral utilizando MANTRAS

13 de março de 2016 - Sala de Práticas
Desdobramento Astral utilizando MANTRAS

Antes de iniciar a prática do Desdobramento Astral é indispensável conjurar utilizando o Belilim, a fim de limpar e preparar o ambiente e fechar o Círculo Mágico.

Em seguida é também indispensável peticionar, Orar, ao Pai que está em secreto. Fazer uma súplica simples de coração. Orar, enfim, pedindo forças para não esmorecermos durante a prática, para que Ele nos proteja e guie. Isso serve para todas as práticas.

Em seguida encontraremos um lugar tranquilo e nele uma posição confortável. E, sem nos preocupar com mais nada, relaxaremos nosso corpo de maneira ordenada.

Corpo bem posicionado e relaxado, Coração tranquilo e mente calada, segue o próximo passo: as mantralizações.

Daremos aqui quatro mantras diferentes para o desdobramento astral consciente.

É importante aqui salientar que a concentração é fundamental para o sucesso desta empreita.

O primeiro mantran que vos entrego é o mantran FA-RAON.

Ao se utilizarem deste mantran alguns esoteristas costumam se posicionar numa postura especial, ou asana; bem como utilizarem-se da imaginação criadora.  Desta maneira, durante a vocalização do mantran FA-RAON o praticante deve deitar-se em decúbito dorsal, porém com as duas pernas dobradas, como no desenho abaixo. Deve também imaginar as pirâmides do Egito e adormecer neste estado. (nunca se esqueçam que imaginar é Ver) As duas mãos, direita sobre a esquerda, devem repousar sobre o plexo solar, na altura do estômago ou simplesmente repousando junto ao dorso ou até mesmo em posição cruzado sobre o peito, direita sobre a esquerda, como a dos faraós.

O mantran é pronunciado desta forma: aspira-se, em seguida expira-se pronunciando a sílaba FFAAAAAAAAAAAAAA, alongando-se a vogal deste modo; depois aspira-se novamente e expira-se pronunciando as sílabas RRRRRAAAAAOOOOOOONNNNNNNN. O r é o r do espanhol, não o h do inglês.

Como o neófito tem que dormir para sair em astral, o mantran deve ser pronunciado mentalmente. Isso não impede que comece, se possível for, mantralizando em voz alta, para sentir a vibração primeiro. Boa prática.

Os outros mantrans são os seguintes:

LLLLAAAAAAA – RRRRRRAAAAAAAA- SSSSSSSS(o ‘r’ é o mesmo r do espanhol e o ‘s’ deve ser sibilante, agudo)

EEEEEEEEEEEE – giiiiiiiiiiiTOOOOOOOOO(o ‘i’ deve ser ligeiramente mais agudo)

TAIRERERERERERE TAIRERERERERE TAIRERERERERE –

Uma maneira simples de descrever a prática do Desdobramento Astral é: ‘dormir vigiando os processos do sono’. Ou seja, dormir conscientemente, sem se deixar levar pelos sonhos. Internamente nestes momentos de transição entre o sono e o sonho, não nos devemos identificar com nossos pensamentos, tampouco com imagens mentais que surjam na tela da consciência, nem com a tagarelice interior.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.