Menu

47 – Que devemos fazer para que as Práticas que dá o V. M. Samael deem resultado.

24 de janeiro de 2016 - Fase A

Tema nº. 47 –   Que devemos fazer para que as Práticas que dá o V. M. Samael deem resultado.

 

Antes de tudo: praticar.

É obvio que, em tudo nesta vida, quanto mais tempo praticarmos, maiores os resultados obtidos.

É obvio, ainda, que uma técnica corretamente aplicada dá os resultados esperados.

Assim, em primeiro lugar, para que as práticas ensinadas pelo V.M. Samael deem resultado é necessário muita diligência, habilidade, destreza, perseverança, perspicácia, inteligência, vontade etc., ou seja, todas as habilidades indispensáveis para o sucesso de qualquer empreita.

Como bem sabemos, entretanto, nem todos nós possuímos todas estas habilidades, as quais podem ser, não obstante, conquistadas, dentro do próprio trabalho gnóstico, com a mudança de nós mesmos, proporcionado pelo trabalho da morte dos defeitos psicológicos e pelo acúmulo de energia, proporcionado pela Transmutação das energias sexuais.

O fenômeno da continuidade de propósitos aplicada a qualquer coisa faz com que não percamos tempo repetindo e reaprendendo pequenos passos esquecidos, dando às práticas a fluidez necessária.

Além de praticarmos muito e com destreza, para conseguirmos bons resultados nas práticas dadas pelo V.M. Samael, devemos não nos identificarmos com as coisas do mundo exterior.

A todo o momento somos tentados a deixar de prestar atenção a dentro de nós mesmos para nos entregar completamente à identificação.

A todo momento surgem coisas que nos dizem ser fantásticas, fascinantes, etc.

É necessário muita disciplina para mantermos a auto-observação constante em nós mesmos, para nos livrarmos de tantas tentações.

A concentração no que estamos fazendo leva um papel fundamental nessa conquista.

Através da concentração a mente passa a ser controlada, o que favorece a auto-observação de nós mesmos, que é uma qualidade natural da alma, tornando a Essência, deste modo, mais ativa.

 

Aliás, a concentração é a maior chave para que as práticas gnósticas dêem resultado.

 

Como já dissemos em algum lugar deste curso, a concentração é um poder tremendo.

A CONCENTRAÇÃO é o meio mais rápido para a informação.

Aquele que conquista a perfeita concentração está a um passo de Despertar a Consciência, pois da perfeita concentração para a Meditação é um passinho.

Aquele que conquista a perfeita concentração é capaz de desdobrar-se em astral apenas se utilizando dela, bastando-lhe dormir concentrado em qualquer coisa. Etc.

Podemos dizer que estamos concentrados em algo quando somente tivermos um pensamento. Ou melhor, podemos dizer que estamos em perfeita concentração quando a atenção, a mente e os sentidos estiverem focadas em algo.

A concentração nas coisas da vida diária, fazendo uma coisa de cada vez, sem nos preocuparmos com as demais e nos sentindo aqui e agora, faz com que estejamos direcionando a essência para os atos da vida. Essa é a melhor maneira de nos educarmos para que as práticas noturnas deem resultado, pois acostumando-nos a fazer todas as coisas da vida com calma e atenção é natural também que ao iniciarmos uma práticas qualquer, não nos dispersemos.

Lembremo-nos da lição em que mencionamos a prática da agenda. Ela é muito boa para que nos educarmos a fazer uma coisa de cada vez de maneira concentrada.

Agenda

AGENDA

VIVER O INSTANTE; NOS SENTIRMOS AQUI E AGORA. Esse é o caminho da Gnose.

Deixar a mente voando durante as práticas é um erro muito comum, e fatal. Isso impede por completo os bons resultados.

Agora vamos tocar num ponto muito sério e delicado, que nos impede de nos desenvolvermos nas práticas dadas.

Quero me referir á falta de compromisso, de entrega total, de buscar a mudança radical. O que acontece é que não queremos matar certos hábitos, certos eus. Isso acaba por se tornar uma fonte de alimentação para todos os eus. Quando saímos do estado de RECORDAÇÃO DE NÓS MESMOS (e que fique entendido que aqui nós somos o Ser e não os eus) acabamos por deixar de nos auto-observar, ocasião em que volta a tagarelice interior, voltam as reações instintivas, etc, coisas que alimentam tremendamente os eus que estavam perdendo a força no trabalho da morte em marcha. Esses momentos são fatais para o bom desenvolvimento do trabalho esotérico, gerando o estancamento total. Aquele que cai nesse circulo vicioso, daí não sai, até que opte por se entregar à sabedoria, até jogar aquilo que realmente lhe cabe na morte em marcha.

 

O TRABALHO COM OS TRÊS FATORES DE REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA, OU SEJA, O MORRER, O NASCER E O SACRIFÍCIO PELA HUMANIDADE SÃO FUNDAMENTAIS PARA QUE HAJA A MELHORIA NO NOSSO ESTADO INTERIOR, O QUE MELHORARÁ NOSSA CONCENTRAÇÃO (e vice e verso); AUMENTARÁ NOSSAS HABILIDADES INDIVIDUAIS E LIBERARÁ UMA GRANDE QUANTIDADE DE ESSÊNCIA LIVRE, O QUE É INDISPENSÁVEL PARA O CONTÍNUO DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA.

 

RECAPITULANDO:

47

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.